USO IRREGULAR DE QUADRICICLO NAS PRAIAS DA PENÍNSULA DE MARAÚ GERA REPORTAGEM NA TV SANTA CRUZ.
  • 748
  • 0
  • 30/01/2017 
  • redacao
O constante uso de quadriciclos nas praias gera proptesto

O constante uso de quadriciclos nas praias gera proptesto

A reportagem da TV Santa Cruz flagrou até mesmo uma adolescente dirigindo um dos quadriciclos. Os habitantes da região denunciam ainda que, nos fins de semana, a quantidade de veículos no local é ainda maior.

As lindas praias da península de Maraú são um grande atrativo turístico na região. No entanto, como diversas espécies de tartarugas marinhas utilizam o local para realizar a desova, a região é também uma área de proteção ambiental.

Porém, a atividade turística tem crescido tanto no local que as formas de atrair os visitantes estão passando dos limites. Apesar de ser uma área protegida por lei, muitos quadriciclos trafegam pela areia da praia, transportando turistas.

Reportér da TV Santa Cruz entrevistou moradores

Reportér da TV Santa Cruz entrevistou moradores

Um homem que trabalha na região afirmou que, geralmente, os jovens têm autorização dos pais para transitar nas ruas. “Eu trabalhava como segurança de uma pousada e, certa vez, tentei impedir uma jovem de quadriciclo de sair pilotando. Liguei para o pai dela e ele a liberou. Disse que se responsabilizava. É aí que mora o problema”.

O uso irregular dos veículos na faixa de areia da praia do Cassange, vem causando riscos não só à população, como à fauna e flora da região.

A Resolução 573/15 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) definiu requisitos de circulação e segurança dos veículos automotores denominados quadriciclos. Segundo a nova norma, todos os quadriciclos devem ser registrados e licenciados para poderem circular pelas vias públicas brasileiras.

A polícia não tem efetivo suficiente para fiscalizar os mais de 40 km de praias. Mas um decreto da prefeitura começou a realizar o cadastramento dos veículos, que receberam um numeração como forma de identificação. As polícias civil e militar, além dos fiscais, tem uma relação com todos os veículos identificados. (Barra Grande News)