CRIMINOSO DE TEIXEIRA DE FREITAS ARRANCOU ORELHA DA VÍTIMA E COMEU FRITA
  • 1.219
  • 0
  • 03/05/2017 
  • redacao

 O  Lucas Pereira de Lima (Luquinhas), um infrator que é considerada uma pessoa fria e perigosa.

O Lucas Pereira de Lima (Luquinhas), um infrator que é considerado uma pessoa fria e perigosa.

Nesta terça-feira (2), após um longo período de investigação, a Polícia Civil de Teixeira de Freitas, deu por esclarecido o assassinato de Mauricio Souza dos Santos, fato ocorrido no início da madrugada do dia 24 de novembro de 2016, na residência da vítima, situada no bairro Caminho do Mar II, região norte da cidade. Segundo o delegado Manoel Andreeta, titular de Teixeira de Freitas e que comandou as investigações de campo, o assassinato foi praticado por Lucas Pereira de Lima (Luquinhas), um infrator considerado de alta periculosidade e Leandro Poluceno Fernandes (Bagre), contando com a participação de José Alan Silva Lima, Rivandeck Correia Pereira, Rodrigo Carvalho dos Santos (Rodrigo Caçador) e Marcelo Braz Costa (Babão). Ao apresentar o infrator juntamente com uma espingarda calibre 12, arma usada no crime, a Polícia Civil deu detalhes sobre o depoimento do menor, que é considerada uma pessoa fria e perigosa. Segundo depoimento do adolescente, após a execução de Maurício com o uso de dois revólveres calibre 38 e uma espingarda calibre 12, eles cortaram a orelha da vítima para mostrar ao chefe a conclusão do plano. Durante a reunião do grupo, ao apresentarem a orelha para o chefe, disse o adolescente, eles reuniram-se para comemorar e depois comeram o membro. “Nós nos reunimos e para comemorar a morte dele [Maurício], fritamos e comemos a orelha dele”, contou o infrator, sem informar o nome desse supostochefe. A espingarda calibre 12, também conhecida como escopeta, considerada de grande poder destrutivo, já foi encaminhada ao Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas (DPT), onde será examinada. A polícia desconfia que arma possa ter sido usada em outros assassinatos ocorridos na cidade. (Teixeira News)