SARGENTO É ATACADO POR JACARÉ QUE INVADIU CASA E PERDE PARTE DOS DEDOS
  • 1.691
  • 0
  • 07/12/2014 
  • redacao

 

 

Responsável por imobilizar o animal, o sargento Paulo Jerry da Silva Fonseca foi levado ao hospital e ficou internado

Responsável por imobilizar o animal, o sargento Paulo Jerry da Silva Fonseca foi levado ao hospital e ficou internado

Um morador de Pelotas, no Rio Grande do Sul, levou um grande susto ao ter a casa invadida por um jacaré-de-papo-amarelo na última segunda-feira (1º). Ele ligou para o Batalhão Ambiental da Brigada Militar e um dos sargentos que tentou conter o animal teve dois dedos da mão direta dilacerados.

Ciente de que mora em uma área próxima a um arroio, Gustavo Marques Dias, de 39 anos, disse estar acostumado com a presença dos répteis, mas garante que os animais nunca invadiram nenhuma casa, nem chegaram tão perto dos moradores. “A gente sabe que por aqui tem muitos animais. Tem lontra, capivara e jacaré. A gente que gosta da natureza aprecia, de longe. Mas nunca tinha acontecido de ele ter vindo para uma residência. Chegou muito perto da gente. Foi um susto”, disse em entrevista ao G1 Rio Grande do Sul.

Responsável por imobilizar o animal, o sargento Paulo Jerry da Silva Fonseca, 44 anos, ficou surpreso ao descobrir que o jacaré tinha 2,6 metros de comprimento. Ao se aproximar do bicho, ele foi atacado. Assustado, o sargento colocou uma toalha nas mãos para conter o sangramento e continuou lutando contra o réptil.

Um médico veterinário precisou ir ao local para dopar o jacaré com tranquilizantes e, só então, ele foi contido e levado ao Núcleo de Recuperação de Animais da Fauna Silvestre da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL).

O sargento foi levado a um hospital próximo da região, onde ficou internado. De acordo com a polícia Paulo perdeu falanges dos dedos médio e anelar da mão direita e precisou passar por cirurgia. (Correio)