FAÇA SUA PRÓPRIA HORTA E TENHA ALIMENTOS SAUDÁVEIS E FRESCOS SEMPRE À SUA MÃO
  • 914
  • 0
  • 16/12/2014 
  • redacao
Espaço não é mais desculpa: engenheira agrônoma comenta que é possível utilizar pequenos vasos para o cultivo de plantas.

Espaço não é mais desculpa: engenheira agrônoma comenta que é possível utilizar pequenos vasos para o cultivo de plantas.

Está cada vez mais fácil de encontrar lugares que comerciam alimentos orgânicos e saudáveis, porém, ainda mais fácil do que isso seria se você mesmo cultivasse sua própria horta – afinal, além de o custo ser mais baixo, você pode comer comidas saudáveis a qualquer hora do dia. E melhor: é possível ter sua pequena horta seja em grandes jardins ou áreas de serviço de um apartamento, só é preciso um vaso e dedicação.

Carol Chab, engenheira agrônoma e radialista, comenta que o passo mais importante na hora de começar a montar uma horta é escolher o local em que será feito o cultivo. “A área deve ser plana ou levemente inclinada e exposta ao sol – poucas horas de sol são suficiente para algumas plantas se desenvolverem bem. Em apartamentos, esse local pode ser a varanda ou até mesmo a área de serviço”, comenta.

O segundo passo é preparar o vaso/jardim que irá receber as plantinhas. “Esses canteiros devem ser preparados com atenção, já que são literalmente a base para que os vegetais cresçam saudáveis. Para isso, o ideal é preparar o solo com uma parte de terra vegetal, uma parte de areia e uma parte de adubo ou esterco curtido. O melhor resultado acontece quanto o canteiro ou vaso tem uma profundidade de no mínimo 30 cm, já que com esse espaço é possível um bom enraizamento das plantas. Além disso, é sempre importante verificar se existem furos no fundo do vaso para que haja uma boa drenagem“, explica a agrônoma.

imagem_release_337992

Outro passo importante é escolher o que será plantado. É possível cultivar até duas espécies diferentes no mesmo vaso – desde que elas tenham características parecidas. “Nesses casos é preciso prestar bastante atenção na distância que existe entre elas. O manjericão e o coentro, por exemplo, podem ser plantados no mesmo vaso, desde que haja uma distância de 30cm entre eles. O solo mais adequado para eles é o médio, ou seja, nem arenoso, nem argiloso. Outro exemplo é o orégano e a manjerona, que também podem estar no mesmo vaso a 30 cm de distância – porém, esses devem ser plantados em solo arenoso”, exemplifica Carol.

Depois de escolher o local adequado para o cultivo, deixar o solo saudável para as plantas e selecionar os vegetais que ocuparão os vasos, começam os cuidados para a manutenção da hortinha. “Os cuidados são fáceis: a única coisa indispensável é regá-la uma vez por dia, sendo que os melhores horários para a rega são logo no início da manhã ou no fim da tarde”, ressalta Carol, que lembra que a terra não pode ficar totalmente seca, “então, se você mora em andares mais altos talvez seja preciso que irrigue mais vezes, já que o vento resseca mais o solo”.

Outra coisa que pode ser feita é a adubação da terra com pequenas quantidades de adubo mineral ou outro tipo que seja da preferência da pessoa, – mas sempre seguindo as instruções do fabricante. “E quando as plantinhas começarem a perder a vitalidade ou a morrer, o ideal é recomeçar, plantando outras mudas – e, porque não, escolhendo vegetais diferentes a cada vez?”, conclui Carol.

Serviço: Carol Chab

Radialista e Engenheira Agrônoma