GONGOGÍ: SAPÃO DIZ QUE SEU RETORNO À PREFEITURA TEVE INFLUÊNCIA DE DEPUTADOS
  • 1.014
  • 0
  • 21/08/2014 
  • Redação

 

 

Sapão retornou ao cargo na última quarta feira

Sapão retornou ao cargo na última quarta feira

O  prefeito da cidade de Gongogi, Altamirando de Jesus Santos o (Sapão), disse em entrevista ao programa “Enfoque Geral, da FM Ubatã, que seu retorno ao cargo teve influência dos deputados Paulo Magalhães e Roberto Carlos. Sapão  foi cassado do cargo de prefeito  no último sábado (19),  pela   Justiça  da 73ª Zona Eleitoral de Ubaitaba. Ele retornou ao comando do município através de uma liminar concedida pelo Juiz Wanderley Oliveira Gomes do Tribunal Regional Eleitoral (TER-BA), que suspendeu os efeitos da decisão da Justiça Eleitoral da 73ª Zona Eleitoral.

O prefeito em sua entrevista nesta quarta feira (20), confirmou a influência que os parlamentares  ainda  têm  sobre a Justiça baiana. Essa prática foi muito exercitada na era carlista. Quando um prefeito  do grupo era afastado  por   qualquer  irregularidade  e recorria ao governador Antonio Carlos Magalhães,  era imediatamente reconduzido ao cargo.

Agora quando  o prefeito  cassado pertencia ao  grupo de oposição,  ele jamais retornaria ao cargo. Isso aconteceu com a ex-prefeita de Maraú, Raimunda Farias, Ubirajara Muniz, ex-prefeito de Aurelino Leal e tantos outros que não liam na cartilha do velho cacique. Não sabemos o grau de  influencia que o deputado Paulo Magalhães sempre exerceu na Justiça baiana. Ele sempre é solicitado  assim que um prefeito é afastado do cargo (Fonte: JornaLtribunadaregião.com.br)