PROCURA POR VACINA CONTRA O H1N1 É GRANDE NA CAPITAL
  • 1.758
  • 0
  • 05/04/2016 
  • redacao

Meire Oliveira*

Ana Belens, 72, reservou doses para ela e familiares

Ana Belens, 72, reservou doses para ela e familiares

A procura por doses da vacina contra as quatro variações do vírus influenza H1N1 que causam a gripe suína tem sido intensa nas clínicas e laboratórios particulares de Salvador.

Algumas redes estão trabalhando com lista de espera. Nas quatro unidades do laboratório Leme, mil doses foram vendidas em dois dias, segundo a gerente técnica do centro de vacinação Imuniza, Tharita Teixeira.

A quantidade, segundo ela, seria suficiente para suprir a demanda da rede por dois meses. Boa parte das duas mil unidades da vacina que devem chegar nesta quarta-feira, 6, já está comprometida.

“Interessados estão fazendo a reserva paga para garantir a imunização. Assim que chegar, eles serão comunicados para agendar o melhor horário”, explicou.

A aposentada Ana Rita Belens, 72 anos, está em busca de imunização para ela e mais seis pessoas há duas semanas. “Tenho gestante, crianças na família e, além de ser idosa, estou fazendo tratamento de um câncer. Todo lote acaba no mesmo dia que chega. Vamos fazer a reserva para o próximo lote”.

Para suprir a demanda, a rede dobrou o número de funcionários. “Na última quinta-feira, fechamos a unidade do Itaigara às 18h, mas só terminamos de atender as pessoas que já estavam aqui às 23h”, contou a gerente  do Imuniza.

No último sábado, as 50 doses que chegaram à  clínica Louis Pasteur, localizada no Shopping Paralela, acabaram no mesmo dia, e cerca de 300 pessoas esperam pela chegada de mais um lote, que tem previsão para esta quarta. “Quase todo mundo que passa por aqui pergunta se tem ou liga para saber quando vai chegar”, disse a recepcionista Marlene Santana.

Nesta segunda, 4, a pedagoga Sílvia Bonfim de Souza, 39 anos, não achou a vacina para o filho Gabriel, 7 anos. “Há quatro anos, trago ele aqui, mas fui informada de que, na sexta,  devo encontrar”.

Na rede privada, é possível encontrar a vacina quadrivalente e trivalente. A disponibilizada nos postos da rede pública de saúde é a trivalente.

As quatro variações do vírus são: a influenza A H1N1, A H3N2, B da linhagem Victoria e B da família Yamagata. A composição da imunização foi alterada por recomendação da Organização Mundial da Saúde.O preço  da dose na rede privada varia entre R$ 100 e R$ 140. A imunização tem validade de 12 meses.