RUI ESCOLHE SECRETÁRIO DA FAZENDA PARA COMANDAR EQUIPE DE TRANSIÇÃO
  • 903
  • 0
  • 29/10/2014 
  • redacao
O governador eleito Rui Costa já  está formando  sua equipe de governo

O governador eleito Rui Costa já está formando sua equipe de governo

O governador eleito, Rui Costa (PT), anunciou ontem o nome do coordenador da equipe que ficará responsável por cuidar do processo de transição com o governo do aliado Jaques Wagner. Em entrevista  ao programa Que Venha o Povo, da TV Aratu, Rui afirmou que os trabalhos de transição serão comandados pelo atual secretário da Fazenda de Wagner, Manoel Vitório. Os nomes  de todos os integrantes da equipe serão divulgados, hoje, às 13h30, na Governadoria. Na entrevista, o futuro governador reafirmou a promessa de cortar gastos  e reduzir o número de secretarias. Disse ainda que a equipe de transição terá como um dos objetivos montar modelos para gestão para o próximo governo.

“Vou alterar a estrutura de secretarias e órgãos. Vamos diminuir o número de secretarias. Após aprovarmos o modelo administrativo que será implantado, o governador enviará o projeto para a Assembleia Legislativa para que ele já possa ser colocado em prática em janeiro. Queremos buscar mais eficiência e diminuir os custos com burocracia, para investir mais no social, nos serviços de saúde”, disse Rui ao apresentador do programa, Casemiro Neto. Por meio de sua conta no Twitter, o petista também anunciou o nome de Vitório e o corte de pastas.

Na entrevista, Rui Costa também evitou falar em nomes que vão compor o primeiro escalão do governo, mas admitiu que poderá manter parte dos nomes da cúpula do governo Wagner. Indagado sobre as relações com a oposição, em especial com o prefeito ACM Neto (DEM), o governador eleito disse apenas que quer manter “uma boa relação administrativa com todos os prefeitos” e que espera “uma relação profissional com eles”.

Rui Costa disse ainda que não teve qualquer tipo de contato com ACM Neto após a eleição. “Vou trabalhar com profissionalismo. A gente chega lá. A disputa política é uma coisa, mas a relação entre as pessoas é outra”, afirmou Rui. O petista também relatou detalhes da visita que fez anteontem à presidente Dilma Rousseff.

“Fui com minha esposa Aline, além do governador Wagner e de sua esposa Fátima. Quis levar para ela o carinho, o agradecimento dos baianos e a expectativa do muito que podemos fazer”, contou. Rui ainda revelou o seu principal momento de tensão na corrida eleitoral: “Pra mim, o segundo foi mais tenso do que o primeiro turno, quando fui eleito, porque fiquei com receio de ter que governar contra a maré”. (Fonte: correio)