EMPRESÁRIO BELGA É ASSASSINADO PELA ESPOSA NA BAHIA
  • 682
  • 0
  • 26/11/2014 
  • redacao
Elaine disse que apanhava muito da vítima.

Elaine disse que apanhava muito da vítima.

O belga Louis Emile Ghiflain Marot, de 52 anos, foi assassinado com uma facada no pescoço ontem à noite (24) em Vera Cruz. O crime foi cometido pela esposa, Elaine Marques Marot, 28, após sedá-lo.

Elaine confessou o crime em depoimento ao delegado Geovani Paranhos. Marot foi assassinado na residência do casal, no Loteamento Praia do Sol, em Barra Grande.

A mulher disse ter colocado sonífero no chá que o marido tinha o hábito de tomar depois do jantar e aguardou ele se dirigir ao quarto para dormir. Empunhando, então, uma faca do tipo “peixeira”, ela foi ao aposento e golpeou a vítima, que chegou a acordar com o impacto, tentando persegui-la, não resistindo em função do ferimento. Em seguida, entrou em contato com a SAMU, que, ao chegar, já encontrou o belga morto.

Segundo Elaine, Louis era muito agressivo e já havia a ameaçado de morte algumas vezes, enciumado com as amizades que mantinha com rapazes mais jovens, das redondezas.

O casal já estava junto há sete anos, depois de se conhecerem num bar, no Pelourinho, em Salvador, quando iniciaram o relacionamento. Em 2010, decidiram morar juntos, casando-se no início deste ano.

O delegado apurou também que Louis vinha construindo, há quatro anos, uma pousada no local onde residiam. Durante todo este tempo, o belga se revezava entre compromissos na Europa e Brasil, rumando para a Bahia anualmente, sempre no Verão.

Elaine foi autuada em flagrante por homicídio e será encaminhada ao Complexo Penitenciário da Mata da Escura, segundo a assessoria da Polícia Civil. Pimenta