CDL DE UBAITABA COBRA DO MINISTRO DOS TRANSPORTE A PAVIMENTAÇÃO DA BR-030
  • 779
  • 0
  • 09/09/2014 
  • Redação

 

O ministro Paulo Passos e os diretores da CDL ao lado do vereador Zé Carlos Lona (foto: H. Hugo)

O ministro Paulo Passos, o diretor do DENT, Dr. Amaury e os diretores da CDL, ao lado do vereador, Zé Carlos Lona (foto: H. Hugo)

A diretoria do CDL de Ubaitaba e Aurelino Leal esteve com o Ministro dos Transportes,  Paulo Sergio Passos para se informa sobre o andamento do projeto de pavimentação da BR-030,  no trecho entre Ubaitaba e Maraú. O encontro ocorreu nesta segunda feira 08, em Itabuna durante o lançamento do edital para as obras de duplicação da BR-415, que liga Ilhéus a Itabuna.

O) ministro Paulo Passos, anuncia a obra de duplicação da BR-415-Ilhéus Itabuna

O) ministro Paulo Passos, anuncia a obra de duplicação da BR-415-Ilhéus Itabuna

O Ministro, ao lado do diretor do DENIT, falou para a comitiva formada pelos comerciantes, Landualdo Brandão, Jaialton Araújo,  Isaac Rodrigues (presidente da CDL), Arildo Favorette e Leilson Oliveira. Na oportunidade o Ministro disse: O Projeto de Meio Ambiente já foi solicitado ao IBAMA há  vários meses. Estamos aguardando que o IBMA apresente os termos de referencia que precisam ser realizados, para que o DENIT contrate a empresa de consultoria responsável pelo desenvolvimento deste estudo. Estou cobrando do presidente do IBAMA, sei que são muitos projetos para serem examinados

A prefeita de Maraú, gracinha Viana  fcumprimentou o Ministro.

A prefeita de Maraú, gracinha Viana aproveitou para  cumprimentou o Ministro.

Saímos de  um país que não fazia investimentos, para um país que investe muito em várias áreas, inclusive na nossa,  do Transporte. Já o projeto básico está em fase de conclusão. Perguntado se a empresa RODOM vai permanecer  realizando  a manutenção da estrada,  ele fez o seguinte comentário: a empresa continuará realizando os serviços de melhoramento para a estrada não degradar e ficar sem condições de trafegabilidade. Já autorizei ao chefe do DENIT  que assim que o contrato for elucidado ele seja sucedido por outro. A empresa só sairá da estrada quando as obras de pavimentação forem inciadas” finalizou. (Fonte: jornaltribunadaregiao/Fotos:? H. Hugo)