ESTUDANTES DE MEDICINA DA UNEB PROTESTAM NESTA 2ª FEIRA CONTRA PRECARIEDADE DO CURSO
  • 695
  • 0
  • 21/02/2016 
  • redacao

UNEB

Os estudantes de Medicina da Universidade Estadual da Bahia (Uneb) organizam um protesto para esta segunda-feira (22), na Av. Paralela, para reivindicar melhorias para o curso. Os discentes exigem que o poder público, representados pela Governadoria, pelas secretarias de Educação, Saúde e Administração e pela Uneb adotem medidas para solucionar os problemas enfrentados pela comunidade. O Centro Acadêmico de Medicina da Uneb emitiu uma carta aberta na qual detalha todas as dificuldades sofridas pelo curso, entre elas o déficit no quadro de docentes, ausência de vínculos efetivos com hospitais para Internato Médico e campos de prática, além da inexistência de laboratórios de habilidades – local onde os alunos treinariam acessos venosos, primeiros socorros e técnicas cirúrgicas. De acordo com os estudantes, a primeira turma ingressa no curso, de 2012.1, não possui professor para disciplinas que são pré-requisitos obrigatórios para o andamento semestral. “Reuniões com a Reitoria, Departamento, Colegiado de Medicina e demais instâncias foram realizadas na tentativa de solucionar tais fatos e todos os diálogos possíveis foram utilizados. Mas os entraves burocráticos e administrativos emperram o encaminhamento de editais para concursos, firmação de contnratos oficiais com instituições e construções de áreas práticas”, explica a carta.